Compartilhando o progresso do nosso trabalho em privacidade

Por Michel Protti, Diretor de Privacidade para Produto

Hoje, compartilharemos algumas das mudanças que realizamos em nossa abordagem de privacidade durante o ano que se passou, além de exemplos de como estamos operando de maneira diferente para garantir a proteção da privacidade das pessoas. Ao mudar a maneira de criar produtos, definir novos níveis de responsabilidade e garantir que a privacidade seja responsabilidade de todos no Facebook, estamos estabelecendo novos parâmetros para o futuro e assegurando que a privacidade seja uma responsabilidade de todos no Facebook.

A prova está nos produtos 

Ao longo dos últimos meses, realizamos mudanças nos Grupos públicos e criamos novos produtos, como as Lojas do Facebook, o Facebook Campus e a Central de Contas. Graças à colaboração eficiente de várias equipes no Facebook, todos esses produtos conseguem oferecer a melhor experiência para as pessoas, ao mesmo tempo em que respeitam a privacidade delas. Isso foi possível devido à reformulação do processo de Análise de Privacidade (“Privacy Review”), que ajuda a garantir que todo novo produto ou recurso seja criado levando a privacidade em consideração. Dessa forma, o produto ou recurso terá ferramentas e processos apropriados que ajudam a identificar possíveis riscos e a proteger a privacidade das pessoas. 

Essa abordagem se aplica a todos os aspectos do nosso trabalho no Facebook. Por exemplo, durante a pandemia da COVID-19, trabalhamos rapidamente para apoiar as pequenas empresas, bem como pesquisadores e acadêmicos da área da saúde, sem comprometer as medidas de segurança relacionadas à privacidade. 

Ao lançarmos nosso programa de subsídios Global Grants para pequenos negócios na Europa, trabalhamos com administradores de subsídios e parceiros para construir as salvaguardas corretas para honrar as obrigações legais em torno do uso adequado de dados. Nós usamos nosso processo de Análise de Privacidade (“Privacy Review”) para limitar nosso uso dos dados fornecidos por esses subsídios. Esse processo atrasou o lançamento do programa até que pudéssemos validar as medidas de segurança adequadas. No entanto, acreditamos que era importante fazer esse processo corretamente antes de continuar. 

Além disso, trabalhamos com rapidez para projetar e criar ferramentas para pesquisadores da área da saúde, como a Pesquisa de Sintomas. Projetamos essa ferramenta com grandes considerações sobre privacidade e ela funciona por meio da conexão das pessoas à pesquisa no Facebook e as direcionando para fora da nossa plataforma para terminar a pesquisa em um site hospedado por nossos parceiros acadêmicos. Como parte das considerações de privacidade, os pesquisadores não compartilham as respostas à pesquisa com o Facebook, mas agregam os dados por meio de uma API pública que todos podem acessar. Ao usarmos nossa nova estrutura de privacidade, conseguimos munir os pesquisadores de ferramentas importantes para entender a disseminação do vírus, sem deixar de proteger a privacidade das pessoas. 

Estamos compartilhando esse trabalho em nossa série “Privacidade é essencial”, para que as pessoas possam saber mais sobre como abordamos esses tipos de questões, desafios e decisões. Já fizemos quase 30 publicações neste ano, nas quais frequentemente abordamos a maneira como estamos concebendo a privacidade em nossos produtos e compartilhamos dados sobre as melhorias envolvendo privacidade e os desenvolvimentos relevantes sobre política, como a portabilidade de dados e uma concepção de privacidade centrada nas pessoas. 

Fazendo da privacidade uma responsabilidade de todos 

Em abril de 2020, um tribunal federal dos EUA aprovou nosso acordo com a Comissão Federal de Comércio (FTC, na sigla em inglês). Como parte do acordo, constituímos um Comitê de Privacidade em nosso Conselho de Administrativo; esses diretores independentes, incluindo Peggy Alford, Nancy Killefer (presidente) e Robert M. Kimmitt, são os responsáveis por supervisionar os riscos relacionados à privacidade e ao uso de dados. Nós também indicamos um assessor independente para relatar nossa conformidade diretamente a esse comitê. 

O acordo suscitou uma mudança na cultura da nossa empresa e nossa meta é tornar a privacidade uma responsabilidade central de cada funcionário. Da Análise de Privacidade (“Privacy Review”) até nossas novas avaliações de risco e treinamentos sobre privacidade, estamos começando a ver uma mudança de cultura. No entanto, não podemos contar apenas com isso. Também estamos elaborando melhorias técnicas de privacidade em nossa infraestrutura para garantir que estamos implementando nossas decisões de maneira consistente. 

Nós também continuamos a investir em pesquisa e inovação que nos ajudarão a criar produtos seguros para a privacidade e a desenvolver novas maneiras de tratar dados. Vamos continuar a trabalhar com legisladores, especialistas em privacidade e outras pessoas de áreas emergentes relacionadas à privacidade conforme criamos soluções para garantir que as pessoas se sintam seguras e confortáveis ao usarem nossos produtos.



Usamos cookies para ajudar a personalizar conteúdo, mensurar anúncios e fornecer uma experiência mais segura. Clicando ou navegando no site, você concorda em permitir a coleta de informações dentro e fora do Facebook por meio de cookies. Saiba mais, inclusive sobre os controles disponíveis: Política de Cookies