COVID-19: Facebook e Instagram colocam selo em conteúdos sobre tratamentos sem comprovação científica

Desde o início da pandemia causada pelo COVID-19, o Facebook tem trabalhado próximo às autoridades globais de saúde para conectar as pessoas com informações seguras e atualizadas sobre prevenção e vacinas.

O Facebook continua a expandir a aplicação de medidas adicionando um novo rótulo a postagens no Facebook e Instagram que discutem alguns tratamentos para COVID-19, especialmente quando debatidos como alternativas à vacinação. Esses rótulos dizem que “Alguns tratamentos COVID-19 não aprovados podem causar danos graves” e têm como fonte a Organização Mundial de Saúde. Serão lançados rótulos em inglês, espanhol, português, francês, indonésio e árabe em todo o mundo nas próximas semanas com um link para a nossa Central de Informações sobre o COVID-19.

O Facebook também conta com agências verificadoras de fatos parceiras que analisam conteúdos que, quando marcados como falsos, são rotulados no Facebook e no Instagram e tem seu alcance reduzido. Além disso, a plataforma remove alegações comprovadamente falsas sobre a doença, como por exemplo, que ela foi criada por humanos e que pegar o COVID-19 é mais seguro do que tomar a vacina.

Há um ano, a pandemia causada pelo COVID-19 foi declarada uma emergência de saúde pública e, desde então, o Facebook tem ajudado autoridades de saúde a alcançar bilhões de pessoas com informações precisas e apoiado esforços de saúde e alívio econômico. Mais de 2 bilhões de pessoas em 189 países se conectaram a informações confiáveis sobre o coronavírus, por meio do Centro de Informações sobre o COVID-19 e mensagens informativas. Além disso, a empresa removeu mais de 16 milhões de peças de conteúdo no Facebook e Instagram contendo desinformação que poderiam levar a danos físicos iminentes.



Usamos cookies para ajudar a personalizar conteúdo, mensurar anúncios e fornecer uma experiência mais segura. Clicando ou navegando no site, você concorda em permitir a coleta de informações dentro e fora do Facebook por meio de cookies. Saiba mais, inclusive sobre os controles disponíveis: Política de Cookies