Mark Zuckerberg anuncia os planos do Facebook para ajudar as pessoas a se vacinarem contra o COVID-19

Tradução do post de Mark Zuckerberg:

Hoje estamos lançando uma campanha global para ajudar 50 milhões de pessoas a ficar mais perto de tomar as vacinas do COVID-19.

Já conectamos mais de 2 bilhões de pessoas a informações confiáveis ​​sobre o COVID-19. Agora que muitos países estão seguindo em direção à vacinação para todos os adultos, estamos desenvolvendo ferramentas que tornem mais fácil para todos serem vacinados também.

Primeiro, estamos lançando uma ferramenta que mostra quando e onde você pode ser vacinado e fornece um link para marcar uma consulta. Isso estará no Centro de Informações da Covid, que mostraremos às pessoas diretamente em seu Feed de notícias. Já vimos pessoas usarem o Facebook para encontrar horários de vacinação, então isso deve permitir que milhões de pessoas façam o mesmo.

Em segundo lugar, estamos trazendo o Centro de Informações sobre o COVID para o Instagram e o mostraremos em destaque para as pessoas lá também.

Em terceiro lugar, estamos trabalhando com autoridades de saúde e governos para expandir seus chatbots do WhatsApp para ajudar as pessoas a registrarem-se para a vacinação. Mais de 3 bilhões de mensagens relacionadas à COVID já foram enviadas por governos, organizações sem fins lucrativos e organizações internacionais aos cidadãos por meio de chatbots oficiais do WhatsApp. Desta forma, esta atualização também ajudará no esforço de vacinação.

Os dados mostram que as vacinas são seguras e funcionam. Elas são nossa melhor esperança de superar este vírus e voltar à vida normal. Estou ansioso para tomar a minha e espero que você também esteja.

Newsroom post: 15 de março de 2021:

Já conectamos mais de 2 bilhões de pessoas a informações confiáveis sobre COVID-19 e, hoje, conforme o acesso às vacinas do COVID-19 se expande, estamos dando mais um passo adiante e nosso objetivo é ajudar 50 milhões de pessoas a ficar mais perto de serem vacinadas.

Para fazer isso, queremos ajudar as pessoas a saberem mais sobre as vacinas do COVID-19 e descobrir quando e onde podem ser vacinadas por meio de nossos aplicativos. Algumas das maneiras como estamos fazendo isso:

  • Uma ferramenta para conectar as pessoas a informações sobre onde e quando tomar uma vacina do COVID-19
  • Expandindo nosso Centro de Informações sobre COVID-19 para o Instagram
  • Expandindo os chatbots oficiais do WhatsApp sobre COVID-19 para registrar as pessoas para vacinação junto às autoridades de saúde e governos
  • Adicionando rótulos em publicações sobre vacinas do COVID-19 para mostrar informações adicionais da Organização Mundial de Saúde
  • Fornecendo às autoridades públicas tendências agregadas em tempo real sobre a vacinação do COVID-19, intenção de vacinação e motivos de hesitação para informar a distribuição equitativa da vacina

Ao trabalhar em conjunto com autoridades de saúde nacionais e globais e usar nossa escala para alcançar as pessoas rapidamente, estamos fazendo a nossa parte para ajudá-las a obter informações confiáveis, se vacinarem e se reencontrarem novamente com segurança.

Ajudando as pessoas a descobrir onde e quando podem ser vacinadas

Fizemos uma parceria com o Hospital Infantil de Boston para oferecer uma ferramenta no Facebook, nos EUA, que ajudará as pessoas a identificar locais próximos para tomar a vacina. Os locais nesta ferramenta são fornecidos pelo VaccineFinder e incluem o horário de funcionamento, informações de contato e links para fazer um agendamento. As pessoas poderão acessar esta ferramenta no Centro de Informações sobre COVID-19 e ela estará disponível em 71 idiomas diferentes. Planejamos expandir para outros países conforme as vacinas forem disponibilizadas de forma mais ampla.

“Estamos entusiasmados por unir forças com o Facebook para construir ferramentas que visam apoiar os consumidores em sua busca por vacinas do COVID-19. Melhorar o acesso e a equidade às vacinas em todo o país será um passo essencial para alcançar a imunidade coletiva e encerrar esta pandemia.”
– John Brownstein, CIO do Hospital Infantil de Boston

Conectando pessoas a recursos no Instagram

Hoje, estamos trazendo o Centro de Informações sobre COVID-19 para o Instagram em todo o mundo. Este portal, que lançamos no aplicativo do Facebook em março do ano passado, ajuda as pessoas a encontrar informações recentes sobre o vírus vindas dos ministérios de saúde locais e da Organização Mundial da Saúde. Também estamos lançando novos adesivos no Instagram Stories, para que as pessoas possam inspirar umas às outras a se vacinarem quando isso estiver disponível para elas. Para mais informações, acesse o blogpost do Instagram.

Parcerias com autoridades de saúde e governos para registro de vacinação

Até o momento, 3 bilhões de mensagens foram enviadas por governos, organizações sem fins lucrativos e organizações internacionais a cidadãos por meio de chatbots oficiais sobre COVID-19 do WhatsApp. Agora estamos trabalhando diretamente com autoridades de saúde e governos para registrar as pessoas para vacinação, incluindo:

  • Na semana passada, a cidade e província de Buenos Aires, na Argentina, anunciaram que o WhatsApp será o canal oficial para enviar notificações aos cidadãos quando for a vez deles de receber a vacina.
  • No Brasil, uma linha de apoio no WhatsApp está sendo usada como um canal de informação e apoio para os moradores de Serrana, onde as autoridades de saúde estão testando o primeiro projeto de vacinação em massa do país.
  • Na Indonésia, o Ministério da Saúde iniciou a Fase II de sua linha de apoio para registro de vacinas no WhatsApp, expandindo o registro de vacinas dos trabalhadores da linha de frente para os cidadãos idosos.
  • Outros governos e autoridades de saúde, incluindo a África do Sul e a OMS, estão começando a incorporar informações atualizadas sobre vacinas em suas linhas de apoio.

Amplificando informações confiáveis sobre saúde e recursos de especialistas

Desde o início da pandemia do COVID-19, firmamos parcerias com ministérios da saúde e organizações voltadas para a saúde em mais de 170 países, fornecendo anúncios gratuitos, permitindo que os parceiros compartilhem suas próprias orientações de saúde pública sobre o COVID-19 e informações sobre as vacinas do COVID-19. Para países carentes e populações vulneráveis, como minorias étnicas e refugiados, também fazemos parcerias com ONGs locais e internacionais especializadas, como International Medical Corps, que fornecem informações sobre COVID-19 personalizadas nos idiomas locais. Adicionalmente, continuamos a trabalhar com órgãos internacionais como a União Europeia e a União Africana para apoiar as suas respostas ao COVID-19. Por exemplo, ajudamos o Parlamento Europeu a executar uma campanha publicitária multilíngue em seus 27 Estados-Membros, apresentando vídeos curtos no feed no Facebook e Instagram. Em um mês, a campanha gerou grande conscientização e consideração, obtendo mais de 100 milhões de visualizações e cerca de 2 milhões de cliques em todos os Estados-Membros.

Também apoiamos a campanha “Somente Unidos” das Nações Unidas, que pede um acesso justo e equitativo às vacinas do COVID-19 em todo o mundo. Nos próximos dias, lançaremos mensagens informativas no feed para promover o conteúdo publicado por organizações de saúde que estão participando da campanha da ONU.

Promovendo informações confiáveis sobre as vacinas do COVID-19

Em fevereiro, em consulta com as principais organizações de saúde do mundo, incluindo a Organização Mundial da Saúde, expandimos a lista de alegações falsas que removeremos durante a pandemia para incluir mais alegações desmentidas sobre o coronavírus e as vacinas. Desde o lançamento de nossa nova política, que se aplica tanto a conteúdo antigo quanto novo, removemos mais 2 milhões de peças de conteúdo do Facebook e Instagram. A maior parte desse conteúdo adicional estava anteriormente sujeito a telas de aviso e agora foi removido da plataforma.

Continuamos a expandir nossos esforços para lidar com a desinformação sobre a vacina do COVID-19, adicionando rótulos às publicações do Facebook e Instagram que discutem as vacinas. Esses rótulos incluem informações confiáveis da Organização Mundial da Saúde sobre a segurança das vacinas do COVID-19. Por exemplo, estamos adicionando um rótulo nas publicações que discutem a segurança das vacinas do COVID-19, indicando que elas passam por testes de segurança e eficácia antes de serem aprovadas. Este rótulo será lançado globalmente em inglês, espanhol, indonésio, português, árabe e francês, e adicionaremos outros idiomas nas próximas semanas. Também estamos lançando rótulos sobre as vacinas do COVID-19 de forma mais geral que direcionam as pessoas para o Centro de Informações sobre COVID-19, globalmente, e planejamos adicionar rótulos direcionados adicionais sobre os subtópicos da vacina do COVID-19.

Nas próximas semanas, lançaremos rótulos em todas as publicações em geral sobre vacinas do COVID-19, que irão direcionar as pessoas ao Centro de Informações do COVID-19 e planejamos adicionar rótulos direcionados adicionais sobre subtópicos das vacinas do COVID-19. Também adicionaremos uma tela adicional quando alguém compartilhar uma postagem no Facebook e Instagram com um rótulo informativo sobre as vacinas do COVID-19. Este rótulo fornecerá mais informações para que as pessoas tenham o contexto que precisam para tomar decisões informadas sobre o que compartilhar.

Com base no nosso objetivo de promover informações confiáveis ​​sobre as vacinas do COVID-19, implementamos diversas medidas temporárias para limitar ainda mais a disseminação de informações potencialmente nocivas sobre o COVID-19 e suas vacinas durante a pandemia. Algumas dessas medidas incluem:

  • Redução da distribuição de
    – conteúdo de usuários que violaram nossas políticas de desinformação sobre COVID-19 e vacinas ou que compartilharam repetidamente conteúdo marcado por nossos parceiros de verificação de fatos como Falso ou Alterado;
    – qualquer conteúdo sobre COVID-19 ou vacinas que os parceiros de verificação de fatos classificaram como “Sem Contexto”.
  • Exigência de que administradores de grupos com administradores ou membros que violaram nossas políticas sobre COVID-19 tenham que aprovar temporariamente todas as postagens em seu grupo.
  • Dar ainda mais proeminência a informações de fontes confiáveis ​​quando as pessoas buscam por informações sobre COVID-19 ou vacinas.

Facilitando o entendimento de autoridades públicas sobre os comportamentos e tendências sobre vacinas em todo o mundo

Hoje, estamos trazendo novos dados e insights sobre as atitudes em relação vacinas para o mapa e painel do COVID-19 do Facebook Data for Good. Essas visualizações são desenvolvidas para fornecer dados para informar e monitorar o lançamento de vacinas em mais de 200 países e territórios. O painel é atualizado quase em tempo real com dados coletados por nossos parceiros da Universidade de Carnegie Mellon e da Universidade de Maryland, como parte da Pesquisa de Sintomas do COVID-19. Por exemplo, globalmente, os dois principais motivos pelos quais os entrevistados dizem que não pretendem ser vacinados são o medo dos efeitos colaterais e a espera para ver se as vacinas são seguras. Esses dados podem ajudar a informar táticas, mensagens e decisões políticas em nível regional.

Lançamento de informações em tempo real sobre vacinas no CrowdTangle
Também estamos facilitando o rastreamento de como as informações sobre as vacinas do COVID-19 estão sendo disseminadas nas redes sociais, por meio das Informações em tempo real sobre o COVID-19 no CrowdTangle. Publishers, organizações de assistência global, jornalistas e outros podem acessar em tempo real informações de publicações e tendências globais relacionadas às vacinas no Facebook, Instagram e Reddit, em 34 idiomas. O CrowdTangle também oferece Informações em tempo real para 104 países e todos os 50 estados dos EUA para ajudar organizações de assistência e jornalistas a rastrear publicações e tendências em nível regional.



Usamos cookies para ajudar a personalizar conteúdo, mensurar anúncios e fornecer uma experiência mais segura. Clicando ou navegando no site, você concorda em permitir a coleta de informações dentro e fora do Facebook por meio de cookies. Saiba mais, inclusive sobre os controles disponíveis: Política de Cookies