Facebook apoia Ministério da Saúde no combate ao coronavírus

Hoje estamos anunciando medidas para apoiar o trabalho que o Ministério da Saúde está fazendo para conter a disseminação do coronavírus e manter as pessoas seguras no Brasil.

O Facebook está fornecendo créditos para que o Ministério da Saúde possa promover suas campanhas no Facebook e no Instagram para informar as pessoas sobre como elas podem se proteger, à medida em que cresce o número de casos confirmados de infecções pelo COVID-19 no país.

Também vamos ajudar milhões de pessoas no país a receber informações atualizadas sobre o coronavírus em parceria com o Ministério da Saúde, através de notificações no topo dos feeds do Facebook e do Instagram a partir dos próximos dias.


 

Além disso, estamos fornecendo ao Ministério da Saúde acesso a uma tela customizada de CrowdTangle, uma ferramenta do Facebook usada para mensurar como conteúdos públicos online estão se disseminando. O CrowdTangle já foi usado por agências de checagem e governos locais antes de eventos importantes como eleições, e estamos usando a ferramenta agora para monitorar conteúdos sobre o coronavírus sendo publicados no Facebook e Instagram. Sabendo quais tipos de informações estão sendo disseminadas online, as autoridades podem construir campanhas informativas mais efetivas.

“A parceria com o Facebook reforça a estratégia do Ministério da Saúde desde o início da crise: comunicar com a sociedade de forma clara, transparente e sistemática. O tráfego de informações sobre o tema coronavírus tem sido intenso, então é importante canalizar a opinião pública para fontes confiáveis, o Facebook vai nos ajudar nisso”, afirma o diretor de Comunicação Social do Ministério da Saúde, Ugo Braga.

“A habilidade de se comunicar e encontrar informações confiáveis são ainda mais importantes durante uma crise global de saúde, e por isso o Facebook está trabalhando com o Ministério da Saúde no Brasil e organizações globais de saúde para ajudar a conter o coronavírus”, afirma o diretor-geral do Facebook no Brasil, Conrado Leister.

Além do trabalho em parceria com autoridades do Brasil, anunciamos uma série de ações globais para que as pessoas tenham informações confiáveis sobre o coronavírus quando elas estão no Facebook e no Instagram, incluindo:

  • Quando as pessoas fazem buscas no Facebook relacionadas ao vírus ou por uma hashtag no Instagram, elas veem um pop-up com informações confiáveis – no Brasil, estamos direcionando as pessoas para o site do Ministério da Saúde sobre COVID-19.
  • Estamos removendo falsas promessas de cura ou teorias da conspiração sobre o vírus que poderiam causar dano real às pessoas, quando somos alertados sobre esses conteúdos por organizações de saúde globais e locais.
  • Banimos temporariamente anúncios publicitários e listagem de produtos, como aquelas no Marketplace, de venda de máscaras respiratórias.
  • Implementamos uma nova política para proteger as pessoas daqueles tentando tirar proveito de uma emergência global de saúde para obter ganhos financeiros. Isso significa que estamos proibindo anúncios que buscam criar pânico ou de produtos prometendo a cura ou a prevenção do vírus.


Usamos cookies para ajudar a personalizar conteúdo, mensurar anúncios e fornecer uma experiência mais segura. Clicando ou navegando no site, você concorda em permitir a coleta de informações dentro e fora do Facebook por meio de cookies. Saiba mais, inclusive sobre os controles disponíveis: Política de Cookies