Workplace

Criando empresas conectadas em todo o mundo com o Workplace

Imagine ter a oportunidade de ajudar a transformar a vida profissional de mais de um bilhão de pessoas pelo mundo. Essa é a missão da equipe do Workplace no Facebook. Nascido no Facebook Londres, o Workplace é a primeira oferta corporativa da empresa. A meta do Workplace é ajudar comunidades e organizações de todos os tamanhos a se manter conectadas, colaborar diretamente e trabalhar com mais eficiência. E ainda mais, o Workplace foi criado para ir além do escritório e conectar funcionários da linha de frente, como lojistas locais ou baristas. ONGs globais, como Save the Children, United Way e o World Wildlife Fund, também usam o Workplace para comunicação, campanha e agir com mais eficiência.

A equipe do Workplace permite que os funcionários que trabalham fora do escritório se comuniquem e está ajudando a revolucionar a maneira de trabalhar das pessoas. E isso é só o começo do que a equipe acredita ser possível fazer. Continue lendo para ver os detalhes do trabalho em Londres, como eles resolvem problemas únicos e interessantes e onde está a maior oportunidade de inovação e impacto.

Uma pequena equipe com uma grande missão

Hoje, a força de trabalho é constituída de mais de um bilhão de pessoas no mundo todo. Para muitos, o trabalho é o local em que passam de 60 a 70% do tempo. Há uma enorme oportunidade de inovar e, igualmente, uma grande oportunidade de impulsionar o impacto. No Facebook, sabemos como criar comunidades e estabelecer conexões. Agora, a equipe do Workplace está aplicando essa mesma abordagem no contexto do trabalho.

A missão da equipe de reunir comunidades do mundo todo pode parecer simples, mas é um problema complexo de resolver. Em 2019, pela primeira vez, cinco gerações (da geração pós-guerra à geração Z) estavam trabalhando juntas. Essa força de trabalho incrivelmente diversificada também conta com pessoas de várias localidades, culturas, idiomas, dispositivos e redes. Criar um conjunto de ferramentas que envolverá um bilhão de pessoas é algo que nunca foi feito. E ter uma variedade de perspectivas é fundamental para que tudo dê certo.

Karandeep A., VP e chefe do Workplace no Facebook, dá um ótimo exemplo da abordagem da equipe. “Se o CEO da Starbucks está fazendo uma transmissão ao vivo em inglês, garantimos que os membros da equipe no México que só falam espanhol consigam entendê-lo e colaborar com a sede. Isso é algo que temos feito do lado consumidor, com celebridades e influenciadores. Agora, estamos trazendo para as empresas.”

Karandeep Anand, VP e chefe do Workplace no Facebook

“Quando entrei para a força de trabalho, eu ficava ansioso para vir para o escritório, pois o meu PC aqui era mais rápido e poderoso do que o que eu tinha em casa”, acrescenta Karandeep. “Dez anos se passaram, e eu percebi que entre meu iPad, telefone e laptop eu tinha produtos melhores em casa do que tinha no trabalho. Chamamos essa mudança de consumerização da TI e temos visto uma tendência cada vez mais semelhante em relação ao software. As pessoas não querem ser forçadas a usar software corporativo. Elas querem experiências de uso geral, como WhatsApp, Messenger, Dropbox e Gmail, para fazer o trabalho e colaborar com os colegas. Essa é a oportunidade para o Workplace. Mais de dois bilhões de pessoas no mundo todo já sabem como usar as ferramentas do Facebook. Não há motivo para as empresas não trazerem essa mesma tecnologia de uso geral para a força de trabalho de uma maneira privada e segura.”

Uma startup dentro de outra startup

O Facebook é conhecido por sua cultura ascendente, e o Workplace eleva esse conceito a outro patamar. Em vez de criar ferramentas de comunicação e colaboração da maneira corporativa tradicional, a equipe do Workplace está focada no desenvolvimento de algo totalmente novo. Com a maior parte da equipe (design, marketing e vendas, produto, engenharia e negócio) sediada em Londres, o Workplace funciona como um negócio completo. Normalmente, os membros da equipe descrevem a experiência como trabalhar em uma startup dentro de outra startup. “O Workplace é um exemplo incrível de um produto que não foi criado na sede do Facebook”, observa Karandeep. “O Workplace foi formado em Londres e, agora, temos como compromisso expandir a equipe aqui. Temos o que comicamente chamamos de ‘aval de capital de risco’ do Facebook, embora o negócio seja administrado independentemente.”

No Facebook e no Workplace, as equipes têm autonomia total sobre os produtos. Como resultado, os membros da equipe têm o poder de decidir quais problemas querem resolver e como querem solucioná-los. Os gerentes trabalham para remover os obstáculos rapidamente, ajudar as pessoas a ligar os pontos e garantir que as equipes tenham os recursos necessários para fazer o melhor trabalho possível.

Com a equipe do Workplace sediada em Londres, há muito trabalho interfuncional acontecendo entre as equipes, desde design e ciência dos dados até marketing e vendas. A capacidade de colaborar frente a frente com os membros da equipe de todas as funções do Workplace é uma parte fundamental da cultura e contribui para essa sensação de startup. E o melhor é que, além do Workplace, existe a oportunidade de trabalhar de maneira interfuncional com outras equipes no Facebook. “Uma das grandes propostas de valor do Workplace é levar a experiência do Facebook, Messenger, WhatsApp e Oculus para as empresas. Estamos trabalhando muito com essas equipes para entender como é possível ajudar a trazer informações para o nosso produto”, comenta Karandeep. “Estamos trabalhando em algo que nunca foi feito. Poder trabalhar de maneira interfuncional com equipes de dentro e de fora do Workplace nos ajuda a garantir a manutenção de uma perspectiva diversificada e aberta.”

Uma oportunidade imensa de crescimento

Os membros da equipe do Workplace no Facebook Londres trabalham juntamente com líderes seniores em um ambiente que mais parece uma startup de crescimento elevado dentro da empresa. Trabalhar lado a lado é uma oportunidade valiosa de aprender novas habilidades e colaborar com algumas das pessoas mais experientes do setor. “Com o investimento que temos no crescimento da parte corporativa do negócio no Facebook, estamos nos fortalecendo nas novas disciplinas que precisamos para criar, de suporte e vendas corporativos à aplicação do aprendizado de máquina e os superpoderes da AR/VR na produtividade profissional”, diz Karandeep.

Um dos maiores desafios para os membros da equipe do Workplace é aplicar habilidades que funcionem tanto para o consumidor quanto para as empresas. Trabalhar no Workplace oferece a todos, desde aqueles que estão iniciando a carreira até os talentos seniores, a chance de flexionar novos músculos e diversificar a experiência. Para ter sucesso na equipe do Workplace é preciso ter paixão por criar produtos globais que impactem as pessoas de maneiras significativas. “Meu conselho? No que diz respeito a carreira, pense em sua paixão e otimize encontrando o grupo de pessoas com as quais possa ir em busca dessa paixão. Não se preocupe com títulos. É a sua paixão que levará você a ter o maior impacto na carreira e na vida”, acrescenta Karandeep.

“Se você está querendo criar um novo negócio ou se deseja inovar sem um manual e definir seu próprio caminho, o Workplace é o lugar certo para isso”, diz Karandeep. “Estamos explorando novas maneiras de trazer a inovação direcionada ao consumidor para o SaaS corporativo, que tem o potencial de transformar o aspecto mais importante de qualquer empresa: as pessoas.”


:

Usamos cookies para ajudar a personalizar conteúdo, mensurar anúncios e fornecer uma experiência mais segura. Clicando ou navegando no site, você concorda em permitir a coleta de informações dentro e fora do Facebook por meio de cookies. Saiba mais, inclusive sobre os controles disponíveis: Política de Cookies